Alfredo Scheid Lopes, PhD

Ciências do Solo

Minha história

Professor Alfredo Scheid Lopes nasceu em Mindurí, MG, em 19/12/1937, último dos oito  filhos de Antonio de Araújo Lopes e Alexandrina Scheid Lopes. Fez o curso primário no Grupo Escolar Firmino Costa, o ginasial no Colégio Nossa Senhora Aparecida e o científico no Instituto Gammon, todos em Lavras, MG. É Engenherio Agrônomo pela ESAL (Escola Superior de Agricultura de Lavras)  em 1961; Mestrado e PhD pela Universidade Estadual da Carolina do Norte, Estados Unidos, em 1975 e 1977, respectivamente.

É professor de Fertilidade e Manejo de Solos dos Trópicos na ESAL (hoje Universidade Federal de Lavras - UFLA) desde 1962. Autor de 86 trabalhos científicos publicados no Brasil e no exterior, 56 trabalhos publicados em congressos, 9 livros, sendo 3 como co-autor e 6 livros como primeiro autor - com destaque para o primeiro livro eletrônico (hypermídia-multimídia) em Ciência do Solo no Brasil (Guia de Fertilidade do Solo – Versão 3.0), 2 traduções de livros, 27 capítulos de livros no Brasil e no exterior, 52 boletins técnicos além da edição de 6 livros de outros autores. autores. Suas duas últimas publicações mais relevantes são o Guia de Fertilidade do Solo, versão 4.0, atualizada e ampliada, agora on-line em website (www.alfredao.com.br/propaganda) e A Career Perspective on Soil Management in the Cerrado Region of Brazil, publicado no periódico Advances in Agronomy ((Volume 137, 2016, Págs 1–72) e que se constitui em uma re-leitura de suas teses de mestrado e doutorado defendidas na North Carolina State University, Raleigh, NC, EUA em 1975 e 1977, respectivamente (http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0065211315300043).

Orientou 27 estudantes em iniciação científica e de pós-graduação no mestrado. Participou de 600 eventos no Brasil, e 32 no exterior na grande maioria com apresentação de palestras. Proferiu, pela sua experiência profissional em manejo de solos ácidos, conferências na Austrália, Filipinas, Japão, Itália, Inglaterra, Venezuela, Estados Unidos, Colômbia, Quênia, México, Argentina, Bali (Indonésia) e China, tendo, ainda, realizado visitas técnicas à Universidades e Centros de Pesquisas na Holanda, Alemanha, Espanha, Portugal, França, Havaí e Singapura.
 

Dentre prêmios e distinções recebidas, destacam-se: Certificado de Méritos da FAO, Roma, Itália, 1976; Pesquisador do Ano de 1986 pela EPAMIG, Minas Gerais; Professor Emérito pela Associação Brasileira de Educação Agrícola Superior (ABEAS), 1989; Prêmio Ceres de Produtividade Agrícola, Brasília, 1990; Professor Emérito pela ESAL, 1991; Paraninfo dos formandos da UFLA em 1992, 1996, 1999, 2000, 2006 e 2007; Comenda Antonio Secundino de São José, outorgada pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais, 1993; Pesquisador Emérito do CNPq em 2008. Em maio de 1995, o professor Alfredo recebeu, em Singapura, o Prêmio Internacional de Fertilizantes, outorgado pela International Fertilizer Industry Association, com sede em Paris, concorrendo com cientistas dos países em desenvolvimento. Este prêmio é um tributo aos seus mais de 40 anos de ensino, pesquisa e extensão que contribuíram para o desenvolvimento da produção agrícola na região dos cerrados. Pesquisador Emérito do CNPq em 2008. Em 2013 recebeu três honrarias: Prêmio Pesquisador Sênior do IPNI - Internacional Plant Nutrition Institute (https://www.youtube.com/watch?v=of8_GDHLvKk), Prêmio Norman Borlaug conferido pela ABAG, Fundação Agrisus e USP (https://www.youtube.com/watch?v=dLZ1kxRpBfU) e o Prêmio Heróis da Revolução Verde Brasileira, promovido ABAG, ANDEF, FAO-ONU e EMBRAPA (https://www.youtube.com/watch?v=matv-ha9gJE). Em 27 de abril de 2015, durante a abertura do Agrishow de Ribeirão Preto, o Professor Alfredo recebeu o Prêmio Brasil Agrociência, outorgado pela ABAG, ABMAQ, ANDA e SRB (http://www.ufla.br/ascom/2015/04/28/professor-alfredo-scheid-recebe-o-premio-brasil-agrociencia-na-abertura-da-agrishow-2015/).

Atualmente é Professor Emérito da Universidade Federal de Lavras (UFLA) , aposenado em 1993 e até hoje Professor Voluntário do Departamento de Ciência do Solo da UFLA. É também, Consultor Técnico da ANDA, Associação Nacional para Difusão de Adubos em São Paulo.

Além disso, na sua juventude foi um atleta de destaque no Brasil obtendo os seguintes títulos:

* Campeão mineiro durante 9 anos das provas de salto em altura, salto tríplo e salto em extensão;
* Campeão de basquete do interior de Minas Gerais em 1955, 1960 e 1969 pelo Lavras Tênis Clube;
* Integrante da seleção mineira de basquete e vôlei durante vários anos;* Campeão brasileiro de salto em altura, tríplice e extensão;
* Campeão sul-americano de salto em altura.
* Integrante da seleção brasileira de atletismo em torneios no Uruguai, Chile, Peru e Argentina.
* Foi também jogador de futebol pelo Fabril e Olímpica, em Lavras, nas suas épocas áureas por 18 anos.

É casado com Selma Rezende Scheid Lopes, tem dois filhos: Cláudia Mara (Engenheira Agrônoma) e Luis Henrique (Músico) e dois netos Carolina (19 anos) e Erick Henrique (10 anos).